Lamento sertanejo

Dominguinhos é um dos autores de uma das mais belas composições da MPB (uso o termo MPB mesmo contraria a essa ideia, mas sim sabendo que ela existe. Então faremos uso dela), Lamento sertanejo composta em parceria com Gilberto Gil.

Por ser de lá

Do sertão, lá do cerrado

Lá do interior do mato
Da caatinga e do roçado
Eu quase não saio
Eu quase não tenho amigo
Eu quase que não consigo
Ficar na cidade sem viver contrariado

Por ser de lá
Na certa, por isso mesmo
Não gosto de cama mole
Não sei comer sem torresmo
Eu quase não falo
Eu quase não sei de nada
Sou como rês desgarrada
Nessa multidão, boiada caminhando à esmo

Dominguinhos é um dos autores de uma das mais belas composições da MPB, melhor, da música brasileira, Lamento sertanejo composta em parceria com Gilberto Gil. Particularmente prefiro a interpretação de do baiano.

O músico nasceu em Garahuns sertão de Pernambuco no dia 12 de Fevereiro de 1941 e morreu, no centro de um circo armado por seus parentes, no dia 23 de Julho em 2013 em São Paulo. A maioria não conhece o trabalho árduo e sólido construído por esse “descendente musical” de Luiz Gonzaga. Mesmo assim as informações que temos do músico são pífias.

Aos 9 anos de idade surpreendeu, o já reconhecido Luiz Gonzaga que o convidou para morar no Rio. Mudou-se com o pai e os irmãos quando estava com 13 anos. Recebeu de presente do padrinho uma sanfona e foi integrado a banda de Gonzaga.

Trecho do livro Passa lá em casa: O Rei-concierge enrolava um minúsculo cachinho de seu pixaim e lembrou que tinha que ligar para tia Socorro em Petrolina. Molhou o dedo com saliva, virou a página e anotou em sua caderneta.

Trecho do livro Passa lá em casa: O Rei-concierge enrolava um minúsculo cachinho de seu pixaim e lembrou que tinha que ligar para tia Socorro em Petrolina. Molhou o dedo com saliva, virou a página e anotou em sua caderneta.

“José Domingos de Morais, como foi batizado há 72 anos, fez história tanto pelo virtuosismo em seu instrumento – dominava o fole de oito baixos desde os seis anos de idade – quanto pelas grandes canções das quais foi autor ou coautor, como “Lamento Sertanejo” (com Gilberto Gil), ou “De Volta Pro Meu Aconchego” (com Nando Cordel). Era, para muitos, o parceiro ideal”. Daniel Setti. Para ler o texto do jornalista na integra, clique aqui.

Uma das ações movida por um de seus  filhos é sobre o local do enterro que não foi respeitada por sua ex-mulher. Dominguinhos foi enterrado no município de Paulista, Região Metropolitana do Recife. O filho mais velho do artista, entrou com um pedido de liminar para fazer a transferência do corpo para a cidade natal do sanfoneiro, Garanhuns, no Agreste do estado. Esse era seu desejo expresso em entrevistas com o músico.

O prefeito de Garanhuns, Izaías Régis, garante que está dando total apoio à ação de Mauro. “Há um ressentimento de todos os fãs de Dominguinhos, do País todo, porque enterraram ele em Paulista e não atenderam seu pedido. Não é a prefeitura que está entrando com a ação na justiça, mas estamos, sim, apoiando a atitude”, diz Izaías.

Categoria: Espaço Carmen Miranda Subcategoria: Augusto de sapato novo Sobre: Música brasileira - MPB

Categoria: Espaço Carmen Miranda
Subcategoria: Augusto de sapato novo
Sobre: Música brasileira – MPB

Anúncios

Em busca daquele 69

peludinha(13)O desenvolvimento da fotografia e do cinema acarretou a morte da descrição clássica, os minuciosos painéis com que se reconstituíam lugares e personagens. (…) Agora quando tudo se tornou visível demais, a literatura e a pintura perderam a paisagem[1].peludinha(2)


[1] Nelson Brissac Peixoto;

Procurando uma foto que vi há alguns anos na net para ilustrar o post “A amante das xoxotas”, me deparei com casos curiosos sobre o numero 69.

peludinha(4)O primeiro veio do Rio Grande do Norte, uma cidade no sertão chamada Campo Grande. Luiz Costa de Oliveira, 90 anos, é viúvo do primeiro casamento, e atualmente casado com três mulheres, incluindo a sogra e a cunhada. Com essas mulheres teve 45 filhos.

A primeira mulher da história de vida de Oliveira se chamava Francisca. “Deus quis levá-la e assim foi, mas me deixou 17 filhos”. O tempo passou e ele conheceu outra Francisca, por quem se apaixonou, era Maria Francisca da Silva, hoje com 69 anos. “Com esta tive mais 17 filhos.”peludinha(5)

O terceiro relacionamento de Oliveira começou quando sua sogra passou a frequentar sua casa diariamente para cuidar de Maria Francisca em suas gestações. “A gente foi se conhecendo melhor e tive mais 13 filhos”, disse ele.

peludinha(8)Por causa das gestações de sua sogra, que se transformou em esposa, a nora Ozelita Francisca da Silva, 58 anos, passou a frequentar a casa de Oliveira também. Desta vez, os cuidados eram direcionados para sua sogra-esposa. “Fizemos 15 filhos”. A matéria na integra aqui.

Luiz Costa de Oliveira diz lembrar o nome dos 69 filhos, mas lembrar o nome dos 100 netos é mais complicado.

Bom, não era isso que procurava. Continuei a busca e me deparei com outras situações referentes ao 69.peludinha(7)

Segundo o Guinness, a mulher que mais teve filhos foi uma russa que viveu no século XVIII. Entre 1725 e 1765 ela teve 69 filhos, durante os 40 anos de maternidade intensiva, a senhora Vassilyev teve 27 peludinha(11)partos: 16 gêmeos, 7 trigêmeos e 4 quadrigêmeos.

Não achei a tal foto de sexo oral entre mulheres que tanto queria, e como queria.

Joney Chestnet, um norte-americano, que para comemorar o Dia da Independência dos EUA, ganhou a competição por comer 69 cachorros-quentes em dez minutos. Ele bateu o próprio recorde do ano passado quando comeu.

“A média foi de quase 7 Hot Dogs por minuto, que é como se fosse quase 1 kg a mais para Joey Chestnut a cada 60 segundos.peludinha(12)

Segundo nutricionistas, em apenas 10 minutos, ele ingeriu de gordura o indicado para 18 dias. Simplesmente 21 mil calorias colocadas para dentro”. Fotos do povo aqui.

Essa situação não tem nada haver com sexo oral entre mulheres.

Em minha ultima tentativa achei uma bela seleção de fotos de nu. Sempre digo que fotografia é um negocio perigoso. Por ser um dos instrumentos mais presentes na peludinha(1)vida cotidiana, muitas pessoas saem por ai fotografando de tudo e o pé. Muitas pessoas também desprezam fotos de nudismo achando que o dedão do pé é mais “poético”.

Uma mulher, o mesmo canto, um céu azul, uma varanda com colunas brancas, um corpo natural, o vento, um hobby transparente…

Eu não sei onde está o 69, talvez seja o numero da casa…

Categoria: Lactofantasy Sobre: Mulheres peladas e vestidas Imagem em destaque: Luiz Costa de Oliveira e suas três esposas

Categoria: Lactofantasy
Sobre: Mulheres peladas e vestidas
Imagem em destaque:
Luiz Costa de Oliveira e suas três esposas