Nota

Hoje é possível, por meio de análise de dados sobre o tráfego na Internet, saber tudo que diz respeito a qualquer indivíduo: padrões de consumo, preferências pessoais, ideologia, religião, e até traços de personalidade. Falando especificamente da cultura, tema principal deste blog – livros, música, cinema, TV – isso permite não só saber exatamente o que o público deseja consumir, mas antecipar tendências e moldar produtos ao gosto da massa. Parece bom, mas não é. O que isso está gerando é uma ditadura da maioria, uma onda de massificação, padronização e monopolização da indústria cultural – André Barcinski

A monopolização da indústria cultural

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s