Passa lá em casa aos poucos

Foto de David LaChapelle

Foto de David LaChapelle

O livro Passa lá em casa refere-se a uma frase bastante popular entre as pessoas, principalmente entre vizinhos e amigos encontrados em calçadas, feiras etc.

Ao visitar uma pessoa que mora nas grandes cidades, e principalmente se essa pertence a um país de diferenças econômicas absurdas, é inviável a frase Passa lá em casa - Foto de Jason Langer

Ao visitar uma pessoa que mora nas grandes cidades, e principalmente se essa pertence a um país de diferenças econômicas absurdas, é inviável a frase Passa lá em casa – Foto de Jason Langer

Transpor essa frase a um condomínio de alto luxo e com segurança de deixar o FBI no chinelo, não faz muito sentido. Ao visitar uma pessoa que mora nas grandes cidades, e principalmente se essa pertence a um país de diferenças econômicas absurdas, é inviável a frase Passa lá em casa. Se você pretende visitar alguém, você deve passar por alguns estágios. Primeiro e obvio é saber se a pessoa estará em casa no dia e horário confirmado.

No dia marcado é bom confirmar mais uma vez. Depois chegar a uma calçada com câmeras filmando você por vários ângulos. Passar por vidros blindados, porteiros treinados, mais uma ligação por interfone, elevadores com câmeras até chegar a humilde casa do visitado.

Augusto não presta muita atenção nesses detalhes. É um homem de maneiras simples e dificilmente alguém o veria trajado de milionário. Acha engraçado, a segurança de presídio do local que escolheu morar. Não liga a mínima por sua segurança e nunca passou por um perreio ou violência, tão característico das cidades grandes emergentes. O problema para Augusto é que ele passaria por momentos delicados dentro do próprio condomínio.

Exemplo, quando as drag queens Cosma e Damiana resolvem visitar o amigo, optou em ir devidamente trajadas e não como Ananias e Adamastor. Ele morre de rir.

Quando a ifritah entrou no condomínio com um baú na cabeça ninguém viu, apenas você e eu

Quando a ifritah entrou no condomínio com um baú na cabeça ninguém viu, apenas você e eu

O amigo Levy pensa em fazer um filme pornô pelos jardins cuidadosamente projetados para lembra algo que eles não sabem o que é. Augusto curtiu a ideia. Imagina o Frango com seu pau gigantesco correndo atrás das dondocas. O anão, Pequeno Carvalho correndo atrás da travesti Raíssa. Levy tentando dar harmonia fotográfica a orgia. Augusto lembra que um dia, há muito tempo, fez um filme pornográfico. Foi creditado como August Texas e o amigo Levy como Lord Levy.

O diretor foi o herói de ambos os amigos, Baby Lovy. A musa, era musa de ambos, Blushing Tusha era a felicidade de homens jovens. Muita felação e tantas pirocas deixou Augusto enjoado. Ele entendeu que ser ator não era sua praia. Mas por que não um pornô naqueles jardins de inspiração clássica? Tem tanta coisa que remete ao clássico, Leonardo da Vinci, “pederasta” lembrou Augusto. Safo, “uma sapatão” comentou Levy,”As bacantes” depois de uma baforada de cigarro pelos ares, Pequeno Carvalho estava presente.

Foto: Lacey

Foto: Lacey

Frango nunca ouvira falar dessas pessoas, mas se era assim mesmo, por que não convidar o pederasta, a sapatão e as putas degradadas?

“Cadê o numero deles?” pergunto Frango, um dos atores prediletos de Levy depois do Pequeno Carvalho. Augusto sussurrou no ouvido do ator: “Estão todos mortos”.

Por incrível que pareça, mas uma historia real, tinha mais gente morta no condomínio, ou quase morta, uma vampira.

Augusto até gostava de historia de vampiros, porem nunca passou pela sua cabeça que tivesse uma morando no condomínio. Tinha. Augusto olhando pela janela vê um vulto preto se esgueirando pelas paredes. Ele acende um cigarro e fica de prontidão ate o vulto sumir por um dos apartamentos. Depois viu uma espécie de zumbi. Dessa vez Augusto não achou estranho, pois se existia vampiros, por que não existir zumbis? Também não foi surpresa que sereias e gênio da lâmpada existissem.

PINK HOLE Director: Baby Love With: Blushing Tusha Co-starring: Grace Platt, Katha Tusha, Jimmy Lee, Lord Levy, August Texas - Foto: David LaChapelle

PINK HOLE
Director: Baby Love
With: Blushing Tusha
Co-starring: Grace Platt, Katha Tusha, Jimmy Lee, Lord Levy, August Texas – Foto: David LaChapelle

Parece que o conceito de passa lá em casa passou a existir tal qual recorre a infância de Augusto. E o perigo esta nesse prédio de pretensão neoclássico.

Em destaque, obra de Rob Pruitt

Em destaque, obra de Rob Pruitt

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s