E o gato virou Deus

Já se repetiu tanto por aí sobre as particularidades que separam ocidente de oriente.

O tratamento aos felinos também era diferente.

Os Deuses éramos nós.

Cupcake inspirado em Cheshire

Cupcake inspirado em Cheshire

Entretanto para um determinado rei sábio, os Deuses eram muitos outros que o gato se incluía. Na imagem da Deusa Bastet uma de suas mil esposas fazia oferendas. Nossos antepassados tinham vidas não muito diferentes dos filhos do sol. O ecletismo religioso imperava nos salões e jardins do templo de Jerusalém.

Mandou construir um altar para Quemós, Deus da princesa moabita. Tanit para Querem-Hapuc, Istar, Tamuz, Marduque, Osíris, Hórus, Nut…

Dentre suas mulheres que somavam mil, outra veio somando mil e uma. Quando a princesa egípcia entrou nos aposentos do rei, este se encontrava em plena atividade sexual com sua nova rainha. Junto a egípcia seus gatos se arrepiaram e numa gritaria infernal correram para o casal. Os guardas correram para acudir quem…

Ilustração feita pelo argentino El Niño Rodríguez para o dia mundial de combate a AIDS 2010

Ilustração feita pelo argentino El Niño Rodríguez para o dia mundial de combate a AIDS 2010

Querem-Hapuc que passava boa parte de tempo conhecendo as esposas do rei desviou sua atenção ao animal mítico. Quando esse pequeno incidente chegou a seus ouvidos, tanto ela como a princesa egípcia se mantiveram atentas. Chegaram a desconfiança que o rei corria perigo. O aviso de um gato jamais deve ser posto de escanteio.

— Me pergunto que tipo de ser eles viram que não vimos? Raabe? Você é descendente da meretriz? A meretriz já morreu se não me falhe a memória – Querem-Hapuc lembrou-se das muralhas de Jericó.

— Não. Davi é bisneto dela. Meu nome é uma lembrança de sua coragem. Sou egípcia e minha mãe israelita.

— Muito interessante. Não a conhecia.

— É que somos muitas e a rainha tem lá suas favoritas.

— Oh! É verdade. Isso aqui é o Paraíso.

— Ouvi dizer…

— Desculpe tenho que ir. É hora das oferendas.

O vento soprava entre véus. Os gatos dormiam aconchegados em camas esculpidas em sândalos e pedras preciosas. Sete gatos a protegiam. Se o mau que percebera na nova esposa do rei fosse real ela não tinha que se preocupar.

Querem-Hapuc entrou no aposento da rainha egípcia e se deitou com ela. Os gatos levantaram a vista na direção dos véus que dançavam cercando duas mulheres em movimentos frenéticos.

Viram a sombra que se projetava na janela e depois sumiu.

“Precisaremos de ajuda”, falou um dos felinos.

“Sim. Basted. O caso é de vida é morte”, completou outro gato.

“Não precisamos da Deusa. Podemos dar conta sozinhos”.

Precisa de apresentação? Cheshaire

Precisa de apresentação? Cheshaire

Espreguiçaram e saíram do cômodo em direção ao apartamento do rei. Atravessaram o pátio e a lua minguante iluminava e dava pouca poesia à situação. O rei dormia sozinho, porém a mulher se achava por perto.

“Seria um…”

“É difícil dizer”.

“Ela sabe que estamos aqui”.

A sombra que estivera no dormitório de Raabe projetou-se na pouca luz que vinha da janela. Criou forma de mulher. Dirigiu-se para onde o rei adormecido roncava.

“Quando disser agora, todos correm para cima dela”.

Fizeram um circulo e tomaram posições de ataque.

“Agora!”

Nasnas, Ilustração de da iraniana zahra lotfi

Nasnas, Ilustração de da iraniana Zahra Lotfi

Sete gatos raivosos pularam sobre o Shikk. A gritaria se estendeu pelos cômodos do palácio.

— Que porra é essa? Vou mandar apedrejar todo mundo – pulou da cama enfurecido.

A quantidade de guardas logo encheu o dormitório para em seguida se encherem de horror.

— Melhor chamar a princesa egípcia. Ela entende de gatos e criaturas melhor que a gente.

— Todas elas entendem alguma coisa sobre isso.

Ilustração de John Tenniel para Alice no país das maravilhas

Ilustração de John Tenniel para Alice no país das maravilhas

Atravessando o pátio a procura da rainha. Ela já estava a caminho. Foi ao encontro deles.

— Não precisa dizer. Sei do que se trata. Acordem as outras mulheres. Precisamos do maior numero possível de Deuses. Nenhum outro pedaço da Terra tem tamanha variedade. Talvez na Índia.

A djim tomou a forma metade mulher, metade dragão. Seus caninos longos e seis serpentes no lugar de braços espalhados em seu tronco tentavam agarrar o infeliz.

— Sangue nobre de um Jedidias.

— Sai pra lá! – o rei fugia quase subindo pelas paredes – Guardas!

— Sangue.

No meio da confusão as esposas seguiram para os templos erguidos para seus Deuses.

— Escuta Raabe, não vai pedir para o seu Deus salvar o rei?

— Estou pedindo. E na minha cara estou sendo atendida.

Querem-Hapuc correu para Tanit. Mandou os guardas trazerem três crianças saudáveis para o sacrifício. Sem saber como agir apenas assistiam o rei tentando fugir pelas portas e janelas e a Shikk impedia. Os gatos pulavam sobre o monstro que devia ter mais de três metros. A criatura atirava os gatos no chão e mostrava seu ódio a animais que não demonstravam medo.

O rei berrava.

Os gatos de Hanna-Barbera. Lado B

Os gatos de Hanna-Barbera. Lado B

Cansada, o Shikk ficou em duas pernas fazendo a cauda sumir e seu tamanho pareceu aumentar. Por entre as pernas ela puxou um nasnas. O nasnas tinha um braço, uma perna e metade da cabeça. Pulou para ele e tentou cravar os dentes.

O soberano parecia que desmaiaria a qualquer momento.

Nasnas flutuava a sua frente, criatura partida ao meio. Este tentou estrangulá-lo.

Ilustração de Yoko Tanji

Ilustração de Yoko Tanji

Dois gatos correram na direção do Shikk atacando seu braço e mão. Numa intensa guerra os gatos pareciam se multiplicar. Pura verdade. Mais gatos apareceram e pularam sobre os djins. Perto da rainha egípcia, Basted coordenava a guerra. As criaturas desapareceram.

Cansado, o rei desceu das paredes. Caminhou para o leito e desmaiou. Acordou com a gritaria das mulheres. Mil mulheres gritando umas com as outras para levar o prestigio.

Que Deus havia salvado o rei?

O rei que todos sabiam ser muito sábio disse:

— O conjunto salvou o rei. Centenas de Deuses reunidos só poderia dar em fuga do mau. Obrigado a todas. Obrigado, obrigado.

Chamou um dos sacerdote.

— Mande construir cômodos circundando meus aposentos. Ponha neles o maior numero possível de gatos. Hoje, quase morri do coração.

Trecho do livro: Passa lá em casa Imagem em destaque: Cupcake Cheshire:

Trecho do livro: Passa lá em casa
Imagem em destaque: Cupcake Cheshire:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s